Voltar

Instituto de Criminalística reúne peritos do Laboratório de Genética Forense, em Manacapuru

Na última terça-feira (26/03), uma reunião entre o Instituto de Criminalística Lorena dos Santos Baptista (IC-LSB), do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), e o Laboratório de Genética Forense no Hospital Geral de Manacapuru (município distante 68 km de Manaus) abordou as técnicas de coleta e acondicionamento de vestígio de vítimas de que sofrem violência sexual. A reunião foi conduzida pelo diretor do IC, Carlos Fernandes.

A reunião tratou especificamente dos vestígios das vítimas atendidas pelo Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (Savvis) de Manacapuru.

Segundo o diretor do IC, foram dadas orientações sobre a maneira adequada para manter a integridade dos vestígios coletados de forma a facilitar extração e análise do material genético. “Muitos vestígios podem se perder caso não sejam coletados e armazenados da forma correta e isso pode prejudicar o andamento das investigações, já que são usados como provas materiais de possíveis estupros”, explicou Fernandes. 

?

Comentários